CVM Suspende Site “O Menor Investidor” Por Suposta Cons

27 Nov 2018 06:23
Tags

Back to list of posts

depositphotos_65230325-stock-illustration-social-media-network-connection-concept.jpg

<h1>Tonya Harding: A Confusa Verdade Do V&iacute;deo ‘Eu, Tonya’</h1>

<p>E tudo come&ccedil;a com a conhecida frase: “Voc&ecirc; imediatamente se sentiu cal&ccedil;ando os sapatos de outra pessoa? ”. Essa &eacute; s&oacute; uma analogia utilizada para contextualizar o exerc&iacute;cio da Empatia, que vai muito al&eacute;m do modo de se botar no ambiente do outro. A roda rendeu depoimentos surpreendentes, mesmo entre pessoas que n&atilde;o se conheciam.</p>

<p>Houve um amplo espelhamento entre as hist&oacute;rias pessoais da nossa turma e as ouvidas no Ibirapuera. Rimos e choramos juntos. No final do dia, eu estava decidida a digitar uma mat&eacute;ria sobre o assunto. Havia percebido o tamanho da inevitabilidade de promovermos a empatia como um valor que tem que ser experimentado e ressignificado diante de tempos de tanta desconex&atilde;o.</p>

<p>Comecei entrevistando Joana Tuttoilmondo, nossa anfitri&atilde; no dia da experi&ecirc;ncia. No decorrer da atividade no Museu, senti uma conex&atilde;o imenso com a hist&oacute;ria que escutei e percebi n&atilde;o ser a &uacute;nica a notar essa sintonia. V&aacute;rios dos que estiverem em nosso grupo bem como se conectaram intimamente. Pedi sendo assim que a Joana compartilhasse muitas rea&ccedil;&otilde;es do p&uacute;blico diante das hist&oacute;rias no decorrer dos dias do evento.</p>

<p>“Houve uma guria, tendo como exemplo, que finalizou a hist&oacute;ria sensibilizada ao ter ouvido o depoimento de algu&eacute;m que migrou da Bahia para para S&atilde;o Paulo. Ela argumentou pra m&atilde;e dela, assustada: “m&atilde;e, ela mostrou que no momento em que era menina tinha que andar quatro horas formada num jegue at&eacute; conquistar &aacute;gua pra ingerir!</p>

<p>E seguiu: “O que chamou-me aten&ccedil;&atilde;o foi a pot&ecirc;ncia de ouvir hist&oacute;rias que tocam em sentimentos universais, o que &eacute; bem desigual do bate papo esvaziada de motivo e conex&atilde;o que permeia nosso dia-a-dia. A experi&ecirc;ncia nos ilustrou bem como que desejamos situa&ccedil;&otilde;es em que nos sintamos tocados. Compartilhando em hist&oacute;rias… Era uma vez a hist&oacute;ria de mais uma das Marias desse Brasil. Teu nome: Maria do Sol. Quando era um fedelho com apenas 45 dias de vida experienciou um fato que mudaria com o objetivo de a todo o momento tua trajet&oacute;ria.</p>

<p>Uma vela acesa no quarto caiu acidentalmente no ber&ccedil;o em que dormia, e o cobertor sint&eacute;tico que a cobria incendiou de imediato. Maria do Sol teve les&otilde;es grav&iacute;ssimas nos 2 p&eacute;s, que uma vez carbonizados, tiveram que ser amputados. Essa foi a maneira encontrada por uma &oacute;timo equipe m&eacute;dica para salvar tua exist&ecirc;ncia.</p>

<p>O tempo passou e mesmo com todas os problemas e adapta&ccedil;&otilde;es necess&aacute;rias, Maria sobreviveu. Proponho que durante um minuto voc&ecirc; fa&ccedil;a um exerc&iacute;cio de empatia procurando se p&ocirc;r no lugar dela. Tente constatar como reagiria? Como seria tua exist&ecirc;ncia diante das dificuldades geradas? Dificultoso at&eacute; de pensar, n&eacute;? Voc&ecirc; deve estar pensando que essa &eacute; uma das hist&oacute;rias de exist&ecirc;ncia trazidas pelo Museu da Empatia… at&eacute; poderia ser, contudo Sol &eacute; uma figura especial que a vida fez cruzar nossos caminhos. E ao contr&aacute;rio do calculado, a experi&ecirc;ncia, inicialmente traum&aacute;tica, conferiu a Sol, uma personalidade radiante, como seu respectivo nome traduz. Toda dor e contrariedade foram transformadas em fortaleza, numa experi&ecirc;ncia inesgot&aacute;vel de viver a exist&ecirc;ncia e irradiar energia por onde passa.</p>
<ul>
<li>Fa&ccedil;a os seus Updates se destacarem na Timeline</li>
<li>Melhor design</li>
<li>Suporte t&eacute;cnico a programa&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica</li>
<li>12 de dezembro de 2015 &agrave;s 15:Vinte e oito</li>
<li>Flare (gratuito)</li>
<li>Style is My Thing</li>
<li>Pads says</li>
</ul>

<p>Hoje com 41 anos, Maria do Sol &eacute; Master Coach de Profunda Performance e autora, casada, tem cinco filhas e faz numerosos projetos sociais ligados ao desenvolvimento humano como agente de transforma&ccedil;&atilde;o. “Quando o acontecimento ocorreu tive uma altera&ccedil;&atilde;o do meu destino, por&eacute;m isto n&atilde;o tirou um peda&ccedil;o da minha alma ou da minha mente, foi apenas um peda&ccedil;o do meu f&iacute;sico. Conversei com ela sobre a mat&eacute;ria de empatia que estava escrevendo e pedi teu enxergar, em tal grau pessoal como de coach.</p>

<p>Ela come&ccedil;ou pelo lado pessoal informando: “A chave dos nossos relacionamentos est&aacute; na comunica&ccedil;&atilde;o, e a empatia &eacute; a comunica&ccedil;&atilde;o do cora&ccedil;&atilde;o. Ela &eacute; a know-how de se discernir com outra pessoa, de transitar pro recinto do outro para sentir o que ele sente. No momento em que o outro entende que voc&ecirc; se importa, assim &eacute; descomplicado voc&ecirc; ser ouvido.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License